Fim da Greve na PM: Governador Cid Gomes atende demandas

Administrar com justiça
Fátima Vilanova

A sociedade cearense congratula-se com o governador Cid Gomes por atender as justas reivindicações de policiais militares e bombeiros. O governador poderia, contudo, ter se antecipado à decretação da greve e agido com boa vontade para reconhecer o que a categoria vem pleiteando há muito tempo e que são demandas mais que justas. Assim, teria evitado o desgaste da administração estadual e o pânico gerado na população, com os arrastões ocorridos em vários municípios do Ceará. O governador não sai enfraquecido porque cedeu, ao contrário, mas poderia ter tido um problema a menos na sua agenda de trabalho.

Um governo sábio tem que agir com justiça, precisa de humildade para reconhecer as necessidades da sociedade e da sua equipe de trabalho. Precisa colocar-se no lugar daquele que reivindica, eleger prioridades, com o ser humano em primeiro lugar. Administrar greves é contraprodutivo, antieconômico; não é uma demonstração de força, mas de fraqueza dos governos.

Agora temos uma nova greve, na Polícia Civil. É uma situação traumática para todos os envolvidos. Mais uma vez, o governador deveria dialogar atendendo os justos pleitos. O Governo não está sendo testado na sua autoridade, nem sendo afrontado, mas instado a usar do seu poder constitucional para fazer avançar a conquista de direitos, o exercício da cidadania. O Estado não pode ser um negador de direitos, mas promotor deles. E é para isso que todos elegemos os nossos representantes, numa sociedade democrática.

Os governos precisam ter clareza de que pagar bem somente mediante greves é uma visão estreita do exercício do poder. O funcionalismo e toda a população auferindo bons salários vão poder consumir mais, tornando a economia do País mais forte.

Por este caminho, teremos a promoção da distribuição da riqueza, a elevação da oferta de produtos e serviços, da geração de empregos e da arrecadação de impostos. Todos ganham. É o círculo virtuoso de que carecemos.

mfatimavvilanova@gmail.com

Fátima Vilanova é Doutora em Sociologia e membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz

Artigo publicado no jornal O Povo, em 5/01/2012.

Anúncios

Sobre Fátima Vilanova

Engenheira de Pesca, Doutora em Sociologia, ex-ouvidora da Universidade Estadual do Ceará (UECE), debatedora e comentarista de rádio e articulista de jornais. Palestrante sobre os seguintes temas: ouvidoria, gestão pública, política e cidadania
Esta entrada foi publicada em política com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s